Favoritos Recomende

   

     
 
Destaques
 
 

ORIGEM DO KARATE

 

A Índia é o grande berço das Artes Marciais. Por volta do século VI antes de Cristo, se encontra os primeiros indícios de lutas. Os guerreiros indianos Kshatriya desenvolveram a luta Vajramushti - "aquele cujo punho cerrado é inflexível".

No século VI depois de Cristo um monge budista chamado Bodhidharma, ou Daruma Taishi em japonês, considerado o 28º patriarca do Zen Budismo, viajou para a China levando seus conhecimentos e passou a ensinar a luta como uma forma de ginástica de defesa e ataque no Templo Shaolin-Zu. Esses ensinamentos deram origem ao estilo de luta conhecido como Shaolin Kung Fu, que ajudou os monges a se protegerem dos constantes ataques de bandidos nômades. A partir daí outros estilos de artes marciais foram surgindo de acordo com a evolução dos monges chineses.

Os monges budistas passaram a ser perseguidos pelo Governo Chinês e no ano de 840 todos os templos foram atacados, saqueados e queimados com o apoio do Império Chinês. Os maiores templos Shaolin (Honan e Fukien) foram reconstruídos depois e, durante a Dinastia Ming (1368 a 1644) foram completamente destruídos pelos Manchus. Somente 5 monges escaparam - "Os 5 Ancestrais". Cada um seguiu um caminho e passou a ensinar o Kung Fu do seu modo. Assim surgiram os 5 estilos básicos de Kung Fu: Tigre, Dragão, Leopardo, Serpente e Grou.

Durante isso, em Okinawa, nas Ilhas de Ryu-Kyu ao sul do Japão, florescia o combate sem armas pela proibição do uso de espadas e lanças (1480) na ilha pelo Império Japonês pelo Senhor Shimazu de Satsuma (1609) - a prática secreta de autodefesa pelos praticantes de Okinawa.

Alguns estudantes de Okinawa vão à China aprender as lutas chinesas, o que deu origem a dinastia da luta que conhecemos como KARATE, na época chamada de TODE - Mãos da China. Em Okinawa, a luta sem armas passou a ser chamada de TE, que significa mão em japonês. Havia 3 centros de treinamento, sendo cada um em uma cidade:

Shuri-Te, Naha-Te e Tomari-Te; nas cidades de Shuri, Naha e Tomari respectivamente.
Em cada cidade havia um mestre que tinha aprendido as filosofias das lutas chinesas e as levado para Okinawa.

Em Iwah na china, os adidos militares de Okinawa aprendem a luta Kempo. Entre eles estava Matsumura "Bushi" (guerreiro) (1796-1893) que tem como melhor aluno Itosu Yasu Tsume, ou Anko Itosu (1797-1889). Este passou a ensinar em Shuri a luta que deu origem ao estilo Shorin, precursor do Shotokan e do Wado Ryu.

Em Fukien, China, Liu Liukung, ou Ryu Ryoko (1853-1916), ensina Higashiona Hanryo (1853-1915) que volta para a cidade de Naha e tem como principal aluno Myagui Chogun (1887-1953), quem desenvolveu o estilo Goju-Ryu. Myagui Chogun passou a ensinar os katas Santin, Tenshu, Seyontin, Seifa, Sanseru, Kurunrunfa, Seppai e outros.

O estilo Tomari-Te foi desenvolvido por Matsumura Kosaku (1828-1898), que já tinha aprendido com o mestre Sakugawa. Um dos alunos mais famosos de Matsumura Kosaku foi Motobu Choki (1871-1944).

Em 1920, aporta no Japão um navio russo e dentre os marinheiros havia lutadores de Sambo - luta russa. Começaram a fazer demonstrações em público de suas forças e habilidades e desafiaram qualquer lutador de qualquer luta japonesa a um combate sem armas.

Em Okinawa, Kama Takaesu, Motobu Choyu e Motobu Choki aceitam o desafio e viajam para o Japão. O mais novo deles, Motobu Choki é o primeiro a lutar com o desafiante russo Jon Kirter (Jeen Kinteru em japonês). Ao iniciar o combate, o lutador de Okinawa tomou posição de luta (KAMAE) com as mãos abertas e começou a estudar seu oponente. Quando de repente, com uma enorme agilidade e velocidade, o lutador de TODE acertou um murro no plexo do russo que caiu e começou a expelir sangue pela boca. Após o murro (ZUKI), Motobu Choki voltou a posição de KAMAE inicial, e devido a velocidade do golpe quem estava assistindo pensou que ele havia acertado o russo com a mão aberta. Jeen Kinteru veio a falecer 3 dias depois a bordo do navio.

É chamado o mestre desta luta para mostrá-la aos japoneses de Tókio nos centros de lutas Kodo Kan de judô e Butuko Dem de artes marciais. Funakoshi Guichin, aluno de Itosu Anku, vai ao Japão com Motobu Choki e apresenta os Katas e defesa pessoal.
Devido a guerra com a China o Japão não aceitava nada que tivesse influência daquele país. Conseqüentemente Funakoshi alterou o nome de TODE (mãos da China) para KARATE (mãos vazias). O Grande Mestre ainda deu mais uma contribuição ao nome Karatê que foi a criação e agregação da partícula DO (caminho espiritual, da sinceridade, harmonia). Fundando o Karatê-Dô. Em 1922, alunos de Funakoshi fundam o primeiro DOJO (local de treino) e passam a ensinar o Karatê Shotokan com o mestre.

Entre os melhores alunos, Otsuka Hiriki não concorda com a luta Jiu Kumite como forma esportiva e se desliga de seu mestre fundando o estilo Wado Ryu. Chega ao Japão Myagui Chogun e funda o estilo Goju Ryu, em 1928, e tem como melhor aluno Yamaguchi Gojuen.
O Professor Mabuni Kenwa, aluno de Myagui Chogun, junta os estilos Shuri-Te e Naha-Te e funda o estilo Shitoryu.

Matsutatsu Oyama se desliga do Goju Ryu e funda o Kiokushinkai, ou Karatê de Contato, e passa a difundir o Karate pelo mundo lutando contra homens e touros no ocidente.

No Brasil, é aberto o primeiro Dojo de Karatê em São Paulo, em 1957, pelo Professor Mitzuzuke Harada, vindo da Universidade de Waseda do estilo Shotokan. O Professor Shikan Akamine, 7o grau do estilo Goju Ryu, vem oficialmente ensinar o Karate no Brasil, no Clube Santos, em São Paulo.

O Professor Yoshihide Shinzato, em 1958, divulga o estilo Shorin em Santos, São Paulo. Na cidade de São Paulo é divulgado o estilo Wadoryu pelo Professor Takamatsu, e ainda em 1958, é fundada no Brasil (São Paulo) a N.K.K. - Nihon Karatê Kiokai pelos professores Sadamu Uryu, Yasutaka Tanaka, Juiti Sagara e Tetsuma Higashino.

As primeiras associações oficiais de karate em São Paulo foram: SeibuKan (Professor Juiti Sagara) e A.B.K. - Associação Brasileira de Karate (Professor Shikan Akamine). É fundada, depois, a C.B.K. - Confederação Brasileira de Karate e seu 1o presidente foi Marcelo Arantes e depois Edgar Ferraz.
No Rio de Janeiro, as primeiras associações oficiais são: KOBUKAN (Prof. Yasutaka Tanaka e Lirton dos Reis Monassa), HIENKAN (Prof. Benedito N. A. Santos, Teruo Furusho e Eurico de Oliveira Santos) e Shidokan (Prof. Sadamu Ukiu e seus alunos Duncan, Willian, Raimundo e os irmãos Kohara).
Estilos de Karate mais divulgados no mundo e seus fundadores:


ESTILO FUNDADOR ANO
Shotokan Gichin Funakoshi 1922
Gojuryu Myagui Chogun 1930
Wadoryu Otsuka Hiroki 1935
Shitoryu Mabuni Kenwa 1936
 
Publicidade
 
 
     

| CAMPINAS | ANIMAIS | ARTE E CULTURA | AUTOMÓVEIS | COMPRAS E VENDAS | CURIOSIDADES |
|
ECONOMIA | EDUCAÇÃO | ESPORTES | GOVERNO | INTERNET | LAZER E DIVERSÃO |
|
NOTÍCIAS E MÍDIA | SAÚDE | SERVIÇOS | SOCIEDADE | TEENS | TURISMO | UTILIDADES
|