Favoritos Recomende

   

     
 
Destaques
 

História da Bola

 

A adidas vem desenvolvendo bolas de futebol profissionais desde 1963, quando a maioria das bolas era marrom, pesada e dura nos pés. A primeira bola adidas produzida chamava-se Santiago.

Em 1966, a empresa alemã já estava em posição de apresentar uma nova bola com 32 gomos à FIFA na disputa para fornecer a bola oficial da Copa do Mundo da FIFA 1966, na Inglaterra. Infelizmente para a empresa, o modelo inglês acabou sendo o escolhido para o torneio realizado na terra natal do futebol. Mas nunca se saberá se uma bola alemã teria se recusado a cruzar a linha de gol na final, em Wembley, quando Geoff Hurst deu à Inglaterra a vantagem de 3-2. Entretanto, o que é certo é que o mundo do futebol seria bem menos interessante sem o gol mais discutido em Copas do Mundo da FIFA nos últimos 40 anos.

Quatro anos mais tarde, em 1970, o sonho da adidas foi realizado, quando a empresa da cidade franconiana de Herzogenaurach forneceu a “Telstar” como sua primeira bola oficial de jogo em uma Copa do Mundo da FIFA. Lançada no torneio do México em 1970, a adidas Telstar era feita totalmente de couro, como todas as bolas da época. Entretanto, ao contrário das outras, a Telstar apresentava 32 gomos costurados à mão, tornando-a a bola mais redonda de sua época. Ela tinha um design revolucionário, que faria história no futebol. A Telstar foi a primeira bola de futebol branca com pentágonos pretos, o que era particularmente útil, já que a Copa do Mundo da FIFA México 1970 foi a primeira a ser transmitida ao vivo pela televisão. Graças ao design revolucionário da Telstar (cujo nome origina-se de “Estrela da Televisão”), a bola era muito mais fácil de acompanhar em aparelhos de televisão em preto e branco. A adidas Telstar continua a ser o modelo original de todas as bolas de futebol modernas até hoje.

Legado das Copas do Mundo
A adidas continua sendo a fornecedora das bolas oficiais de todas as Copas do Mundo da FIFA desde 1970, mudando significativamente o seu design a cada novo torneio, devido ao desenvolvimento de novos materiais. A adidas Tango, produzida para a Copa do Mundo da FIFA 1978, na Argentina, se tornaria um ícone do design futebolístico. Todas as bolas das cinco Copas do Mundo da FIFA seguintes, na Espanha, México, Itália, EUA e França basearam-se no design da lendária Tango, até que a adidas Fevernova mudou totalmente o estilo, para a Coréia/Japão 2002. Também houve uma mudança significativa para o torneio de 1998, na França, quando a Tricolore tornou-se a primeira bola de futebol multicolorida a ser usada em uma Copa do Mundo da FIFA.

Embora os designs tenham mudado ao longo dos anos, o uso de materiais também se tornou cada vez mais sofisticado em cada torneio. A bola de couro puro de 1970 evoluiu gradualmente para uma sucessora totalmente sintética, que é mais leve, mais precisa e de melhor qualidade geral.

Para a Copa do Mundo da FIFA disputada em sua casa, a adidas desenvolveu a melhor bola de futebol de todos os tempos, a +Teamgeist. Seu conceito completamente novo deve ficar à altura das exigências cada vez maiores dos grandes astros, como David Beckham, Zinedine Zidane e outros, proporcionando níveis de controle e precisão insuperáveis durante o torneio.

 

2006

2002

1998

1994

1990

1986

1982

1978

1974
 

1970

1963
 

 

adidas +TeamgeistTM é o nome escolhido para a bola da Copa do Mundo da FIFA Alemanha 2006. Revelada ao público mundial durante o Sorteio Final em Leipzig, a nova adidas +TeamgeistTM é um novo marco na história da adidas, empresa alemã baseada em Herzogenaurach e fabricante da Bola da Copa do Mundo da FIFA desde 1970.

A nova bola é um triunfo dos projetistas e emocionará os jogadores com sua tecnologia revolucionária. É formada por uma configuração totalmente nova de 14 gomos, fornecendo uma parte externa macia e com uma esfera perfeita e trazendo melhoras significativas em termos de precisão e controle.

As estrelas do Real Madrid já conheceram e aprovaram a extrema precisão em uma série de testes intensos. "Usamos nos treinos e todos os jogadores do Real Madrid ficaram impressionados”, comenta o meia David Beckham. O capitão da Inglaterra está muito impressionado com o vôo da bola e suas características de direção. "Com o movimento, a bola não vai para qualquer lugar, ela vai aonde você quer que ela vá e isso é importante.”

A combinação de cores é discreta e clássica. Branco e preto refletem as cores da tradicional faixa da anfitriã da Copa do Mundo da FIFA 2006 e os toques dourados foram inspirados no tom brilhante da Taça da Copa. "Você tem as cores antigas que lembram um pouco a história do futebol, mas também a tecnologia moderna; há uma mistura do passado com o futuro”, afirmou o meia brasileiro Kaká. Ele e seus companheiros do grande clube italiano AC Milan estão tão convencidos sobre as qualidades da bola quanto os jogadores do Real, depois de terem feito testes similares.

O nome enfoca o futebol como uma atividade esportiva genuína. A palavra alemã Teamgeist, que significa “espírito de equipe” , transmite um atributo indispensável que uma equipe deve possuir se quiser ter uma chance de levantar a taça dourada. “O nome da bola é uma idéia brilhante, especialmente para uma Copa do Mundo", comenta Kaká. “Durante a Copa do Mundo, os jogadores ficam juntos por 50 ou 60 dias e o espírito de equipe é muito importante. Você não consegue nada sozinho”.

A bola teve que passar por uma série de testes de laboratório rígidos antes de ser mostrada para o mundo. Felizmente, a bola não apenas cumpre uma série de critérios estipulados pelos rigorosos procedimentos de teste da FIFA, mas também os supera. Apenas as bolas que atendem a esses padrões exigentes podem levar o carimbo "Aprovado pela FIFA". Um jogador que aprecia particularmente a precisão da nova bola é o armador francês Zinedine Zidane. "Quando você chuta, ela vai na direção correta. Parece óbvio, mas é extremamente importante", comenta o craque francês.

A tecnologia revolucionária permite que os jogadores coloquem em ação todas suas habilidades, já que as qualidades e atributos da bola permanecem absolutamente idênticos em todos os chutes. Apenas uma bola com uma esfera perfeita e uma superfície macia pode oferecer um movimento consistente e seguro no ar. Amada pelos artilheiros, temida pelos goleiros, a nova adidas +TeamgeistTM é garantia de gols e euforia na próxima Copa do Mundo da FIFA.

 
Fonte: FIFA
 

VOLTAR

 
Publicidade
 
     

| CAMPINAS | ANIMAIS | ARTE E CULTURA | AUTOMÓVEIS | COMPRA E VENDA | CURIOSIDADES |
|
ECONOMIA | EDUCAÇÃO | ESPORTES | GOVERNO | INTERNET | LAZER E DIVERSÃO |
|
NOTÍCIAS E MÍDIA | SAÚDE | SERVIÇOS | SOCIEDADE | TEENS | TURISMO | UTILIDADES
|