Favoritos Recomende

   

     
 
Destaques
 
 

Chihuahua Pêlo Longo

A origem do hoje popular Chihuahua é o Techichi, um cão que no século IX habitava a região onde hoje é o México. É provável que seus ancestrais tenham vivido na área antes mesmo da fixação de tribos Maya, em torno do século V.
Imagens cravadas em pedras encontradas no período Tolteca evidenciam a existência do Techichi na época. Essas imagens lembram muitos os Chihuahuas de hoje.
A civilização Tolteca era centralizada na região de Tula, próxima à atual Cidade do México, e nesta área foram encontradas grande parte das relíquias dessa antiga raça. Por essa razão sempre especulou-se que a descoberta dos mais antigos espécimes da raça moderna ocorreram no estado de Chihuahua. Os cães foram encontrados em torno de 1850 em algumas ruínas próximas às Casas Grandes, que dizem ser restos de um palácio construído pelo Imperador Montezuma I.
Concluí-se que o atual Chihuahua tenha se originado do cruzamento do Techichi com um pequeno cão sem pêlo trazido da Ásia para o Alasca. Esse cão careca, parecido com os encontrados na China, foi responsável pela redução do tamanho.
Apesar de o México ser a principal moradia dos Techichis, uma carta histórica escrita por Cristóvão Colombo ao Rei da Espanha na época da invasão, onde hoje é a Ilha de Cuba, cita que ele encontrou um tipo incomum de cães pequenos domesticados que eram mudos e não latiam.
Ele também é descrito como sendo uma necessidade religiosa entre as tribos Toltec e mais tarde entre os Astecas.

Em função da pelagem existem duas variedades que em exposições são julgadas separadamente:

Pêlo Curto
: A pelagem é dupla desejando-se a presença de subpêlo. O pêlo é bem assentado e brilhante com textura suave. Pode apresentar escassez de pelagem na garganta e no abdômen.

Pêlo Longo: A pelagem é dupla com subpêlo não muito denso. O pêlo é mais longo, fino e sedoso, liso ou levemente ondulado. É curto na cabeça, focinho e face anterior dos membros. Mais longo, com franjas, nas patas e face posterior dos membros anteriores. Particularmente longa nos posteriores e na cauda. Nas orelhas, é curto na ponta, alongando-se até a base.

Todas as cores e combinações são aceitas.

Na aparência geral é a menor raça existente, com estrutura sólida, compacta e aprumos corretos. A cabeça é grande, em forma de maçã, focinho curto, orelhas grandes e abertas e olhos muito expressivos. A cauda é portada alta.

Características Gerais
Padrão FCI n. 218
Grupo n. 9, Cães de Companhia
Tamanho mini
Peso 0, 5 a 2, 5 Kg
Pelagem média
Agressividade baixa
Aptidão companhia
Atividade Espontânea moderada
Área para criação pequena
País de Origem México

Fonte: kennel Club Net

 
Publicidade
 
 
     

| CAMPINAS | ANIMAIS | ARTE E CULTURA | AUTOMÓVEIS | COMPRAS E VENDAS | CURIOSIDADES |
|
ECONOMIA | EDUCAÇÃO | ESPORTES | GOVERNO | INTERNET | LAZER E DIVERSÃO |
|
NOTÍCIAS E MÍDIA | SAÚDE | SERVIÇOS | SOCIEDADE | TEENS | TURISMO | UTILIDADES
|